Total de visualizações de página

segunda-feira, 17 de junho de 2013

17/06/2013

TRÊS CORAÇÕES – ACORDE PRA SONHAR!

Hoje, recebi uma mensagem via face convidando-me para participar de um movimento – ACORDA TC! – que se propõe a discutir “sobre o problema da tarifa de transporte público e outros problemas sociais em Três Corações”, e acrescenta: “(o grupo) reforça a busca democrática por soluções de problemas sociais através do protesto pacífico e do diálogo”.

Tenho ouvido o ‘barulho’ feito por manifestações similares, replicadas em todo o País, iniciadas através do “Movimento Passe Livre”, surgido recentemente como protesto ao aumento da tarifa dos coletivos paulistanos. Mas, este movimento que me pareceu inicialmente tímido, ganhou eco nas vozes inconformadas de jovens, estudantes, intelectuais, políticos e outros, e hoje chega a Três Corações.



CIDADE MUDA, NÃO MUDA!

Confesso que há muito esperava ouvir este grito: ACORDA! Tenho vivenciado questões urgentes na minha atividade como vereador (poderia facilmente enumerá-las aqui, mas as tenho relatado ao longo do meu “Diário”, é só acessar e ler), mas que carecem do apelo popular para se modificarem, visto que fundamentalmente representamos, de forma legítima, aqueles que nos elegeram. E, muitas vezes, me perguntei: “ONDE ESTÁ O POVO?”. Então, é com vivacidade e entusiasmo que cresço o coro que pede “ACORDA TC!”

Em nossa sessão da Câmara, realizada hoje, conclamei aos vereadores para pensarmos neste fenômeno social e estendi a eles o convite a mim feito. Não sei se este grito – ACORDA TC! – será suficiente para nos mobilizar, não sei mesmo se há consciência em nosso povo do que precisa ser modificado, mas sei que mais grave que isto é a OMISSÃO, se fazer de cego, surdo e mudo.


SER PACÍFICO, NÃO PASSIVO!

A Folha de São Paulo de hoje, noticiou: “A passagem de ônibus por aqui está entre as mais caras de todo o mundo”. Mas, já está claro: não é só os vinte centavos! Lembrei-me da música do Chico: “Deixe em paz meu coração, que ele é um pote até aqui de mágoa, e qualquer desatenção, faça não, PODE SER A GOTA D’ÁGUA”. Pois é. Parece que o aumento da tarifa dos ônibus foi apenas o mote para o extravasamento de reivindicações acumuladas que pedem solução: as mais citadas pelo movimento são “investimentos em educação, fim dos privilégios políticos e combate à corrupção”.

Já participei algumas vezes, em especial nos meus tempos de estudante, de manifestações como estas. Por exemplo, cito o “Movimento contra a Censura”, em São Paulo, quando nos reunimos em algumas destas mesmas ruas que estes jovens hoje se reúnem, para assistir e participar, dias seguidos, de diversas manifestações culturais (à época havia sido proibido, no Brasil, o filme “Je Vous Salue, Marie”, de Godard), e posso atestar que todas elas faziam sentido, provocaram mudanças, se fizeram ouvir, e ainda hoje repercutem nas nossas vidas.


UM PAÍS HEBDOMADÁRIO

Há poucos dias li esta frase do septuagenário Autran Dourado: “O Brasil é, principalmente, um país hebdomadário: poucas coisas aqui duram mais que uma semana”.  É certo que os jovens de hoje vão chegar lá e talvez pensem como o velho Autran. Mas, outros jovens os substituirão e é este seu necessário inconformismo que gira a roda da vida.

Aos jovens de hoje, peço: Por favor, não desistam! Não se deixem enganar pelo ‘pão e circo’ dos medíocres! ACORDEM PRA SONHAR! Acreditem que é possível construir um País de verdade, onde Justiça Social e Cidadania não sejam meras figuras de retórica!



ACORDA TC!

Nenhum comentário:

Postar um comentário