Total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Dr. Mauricio Convida: Obesidade Infantil


'Dr. Maurício Convida: educação + saúde' recomeçou ontem (20/2) com edição instigante, que reuniu uma psicanalista e uma nutricionista para conversa sobre os aspectos físicos e psicossociais da obesidade infantil



cartaz do evento
Problema de saúde pública de envergadura mundial, a obesidade infantil caminha para fazer números de epidemia: a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, em 2020, haverá 60 milhões de crianças obesas entre nós. Distúrbios psicofísicos, hábitos culturais e fatores genéticos confundem-se para tornar o problema volátil e complexo.


Este foi o assunto em discussão, ontem (20/2), na primeira edição deste ano de Dr. Maurício Convida, palestras de educação para a saúde. “Na primeira infância alimentação e afeto são indissociáveis. Enquanto alimentam o filho, os pais (ou adultos) trocam, com a criança, sensações próprias da relação entre o animal e a sua cria. São experiências amorosas, que não podem ser adiadas, substituídas ou suplementadas. Mais tarde, no final da infância, o corpo da criança e as relações sociais a que ela deve responder mudam profundamente; a angustia de viver as mutações instiga desejos ocultá-las, ou evitá-las, o que se pode se exercer pela gula (o corpo obeso oculta as novas formas) ou pela abstinência (o corpo magro evita as novas formas)”, explicou a psicanalista e psicóloga Rosana dos Santos Veiga.


A nutricionista Rita de Cássia G. Cupolillo Lennard lembrou a dimensão dos hábitos familiares na conformação do universo alimentar infantil: “a criança, durante boa parte de seu desenvolvimento, não pergunta sobre alimentos que não existem em casa, ela come o que esta ali, ao alcance: se abre a dispensa e encontra biscoito, se habituará a querer biscoitos. Se na geladeira é um refrigerante que mata a sede, é o que ela aprenderá a preferir aos sucos.”


Entre as palestrantes, Sr. Leonan Oliveira Jonas



No debate com o público, destaque para questão da inadequação do horário de intervalo escolar para a boa cultura alimentar. A questão foi colocada pela Diretora da APAE tricordiana, a pedagoga Silvana Araújo Cunha, que esteve no evento acompanhada por estudantes que estão se qualificando  para a função de ‘cuidadoras’ (es) na educação infantil. “De fato, 15 minutos não são suficientes para as crianças comerem com tranqüilidade, não favorece o hábito da boa mastigação, elas comem afoitamente para brincar”, concordou Rita.


Auditório da Escola do Legislativo durante a palestra


Para Dr. Maurício Gadbem, o evento está cumprindo o seu papel. “Por exemplo; questão da alimentação escolar não veio das especialistas convidadas, foi uma observação da profa. Silvana a respeito de sua prática, inspirada pelo que ela estava ouvindo: uma construção do encontro. Ali mesmo, no ato, ela compartilhou com as suas alunas a preocupação, a responsabilidade, e a solução, ‘cabe a nós mudar isso’, resumiu. Silvana levou a preocupação também para a APAE. E, eu, na próxima sessão legislativa, indicarei a adequação do horário de intervalo escolar para os conselhos municipais de Educação e de Saúde, e para a gestão da Secretaria Municipal de Educação”, contou Maurício, indicando a repercussão política e institucional do evento.


O evento

"Dr. Maurício Convida" é um evento mensal, que apresenta grandes especialistas para uma conversa franca e direta com o público sobre saúde e bem-estar. A cada edição, um novo tema atual é colocado em pauta. No semestre passado, "queimaduras", "sexualidade", "cirurgias do aparelho digestivo" e outros assuntos importantes foram discutidos em debates acalorados que chegaram a reunir 180 pessoas no auditório da Escola do Legislativo.


Agenda 2014/1



13/03/2014 - “Abra a boca; mas para falar com dois dentistas”
- Simone Cerqueira Ferreira
Dentista. Doutora em Clínica Integrada/ UNINCOR. Responsável pela Saúde Bucal no município de Três Corações.

- Matheus Henrique Lopes Dominguete
Dentista. Especialista em Cirurgia e Traumatologia buco-maxilo-facial. Mestrando em diagnóstico bucal. Professor do curso de Odontologia da UNINCOR.


03/04/2014 - “Acidentes de Trânsito: saúde e primeiros-socorros”
- Ana Maria Torres Abdala
Médica. Especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica. Especialista em Medicina de Tráfego.

- Walid Abdala Tauil
Médico. Especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular. Especialista em Medicina de Tráfego.


08/05/2014 - “A saúde em temos de ditadura da beleza”
- Cilene Pelúcio
Médica. Dermatologista. Professora de Dermatologia / UNIFENAS.

- Evanice Geralda da Costa
Fisioterapeuta. Professora de Anatomia e Clínica/ UNINCOR. Especialista em Estética e Acupuntura.


05/06/2014 - “A pessoa com deficiência e o mercado de trabalho”
- Adolfo Roberto Moreira dos Santos
Médico. Especialista em Gastroenterologia. Auditor fiscal do Ministério do Trabalho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário